(21) 99879 9002

©2019 by Elisa Castro. Proudly created with Wix.com

elisa castro

PROJETOS DE ESCUTA    -   AÇÕES PÚBLICAS

Minha busca é uma partilha de subjetividades, despertadas por meio da fala e da escuta na tentativa de construção de um campo de pensamento comum, o que chamo de lugar/acontecimento.

 

PROJETO NÃO CEDER AO MEDO

2017 a 2019

Não Ceder Ao Medo tem como questão central a problemática da conexão com o outro nos espaços de violência social, propondo a análise e o diálogo entre arte e educação, como possibilidades de pensar a história, a sociedade, a política e as relações entre sujeito e espaço.

"Não Ceder Ao Medo" é fruto do meu último projeto de escuta realizado na Comunidade Sítio de Ferro em Niterói. A casa da imagem acima abriga uma escola para crianças que fica dentro da comunidade, próxima a uma das entradas. Durante quase dois anos eu descia e subia os becos do Sítio de Ferro para chegar a escola e dar aulas. 
Foi assim que surgiu a ideia de fazer um trabalho de escuta neste espaço tão caro a mim e tão precioso para a comunidade. 
A ideia foi propor um diálogo com o entorno da escola, no qual estudantes e professores pudessem se colocar. Sítio de Ferro é um lugar muito especial mas sofre com intervenções policiais justificadas pelo poder público como "combate" ao tráfico e venda de drogas. 

O  projeto se deu a partir de dispositivos criados para  envolver toda a escola e seu entorno. Através de uma urna, com a qual eu coletava medos escritos pelos alunos e professores além de uma grande faixa na entrada da escola, procurei mobilizar o espaço público 

 para que alunos pudessem verbalizar seus temores mais particulares no espaço escolar.


Logo após este processo transformamos coletivamente esse material em bandeiras a partir do desenho e do bordado. 

Desta forma compartilho a autoria do trabalho com todos os alunos participantes.

 
 
 

Bandeira Bordada em processo. Professoras participando do projeto Não Ceder ao Medo. 

 
 

Exposição Não Ceder ao Medo

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

 
 

Bandeiras Bordadas.
Obras produzidas pelos co-autores (crianças do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental) do projeto "Não Ceder ao Medo".
2017/2018

145.JPG
140.JPG
229.JPG
234.JPG
143.JPG
144.JPG
141.JPG
276.JPG
300.JPG
244.JPG
261.JPG
283.JPG
245.JPG

 

PROJETO EUVOCÊ - Agenda para marcação de encontros.

2015 a 2016

Disponibilizei em espaços expositivos, Galeria do Lago/ Museu da República (RJ, 2015) e Caixa Cultural (RJ, 2016), um dispositivo para encontros no formato de uma agenda produzida por mim para que o público pudesse marcar dia, hora e local onde desejasse me encontrar. 

A atividade a ser realizada ficava a critério do participante. O trabalho de ir ao encontro do público foi realizado por mim durante três meses na primeira exposição e três meses na segunda. 

O trabalho encontra-se em processo, nem todos os encontros foram possíveis ser realizados devido a grande quantidade de solicitações. Não houve nenhuma seleção daqueles participariam do trabalho.

"A agenda de Elisa Castro é uma história em curso, cuja coautoria é oferecida aos visitantes da exposição. A artista disponibiliza com datas que está totalmente disponível para encontros reais, no lugar escolhido pela pessoa. Nos primeiros dias de Ficções aberta ao público já havia convites para almoços, cafés e até para uma viagem para Cuba (com direito ao número do bilhete de seu interlocutor, para que a artista pudesse se localizar no aeroporto). Propostas mais poéticas não ficam de fora, como aquela que sugere: "Encontre-me aqui 2h da manhã da semana passada para falar mais sobre viagem no tempo.". E não é também para esta possibilidade que este trabalho aponta? Em uma época de fluxo contínuo, sem qualquer aderência nas relações interpessoais, Eu Você propõe que criemos derrames e diques no ritmo non stop da virtualidade, para que se possa viajar na construção de um espaço-tempo de troca de experiências e de afeto."

Texto de Daniela Name para o catálogo da Exposição Ficções. Caixa Cultural, RJ.


 
 

PROJETO ESCUTA À DERIVA

2014 e 2016

RIO AMAZONAS, Festival Corpus Urbis - 2016
LAGOA RODRIGO DE FREITAS, Rio de Janeiro - 2014

Em "Escuta à Deriva" realizado na Lagoa Rodrigo de Freitas e posteriormente no Rio Amazonas, fiz o convite para o compartilhamento da vivência instável do barco. O projeto foi uma tentativa de suspensão espacial, flutuante, no qual a escuta pudesse se expandir para além do que fosse possível ser verbalizado. Acredito que essa busca por uma partilha subjetiva, por meio da fala e da escuta, pode encontrar eco na teoria de Winnicott no que diz respeito à dinâmica de uma brincadeira compartilhada.

Os registro da minha memória em relação à fala do participante foi transposto em forma de bordado sobre bandeiras naúticas. 

A partir da pesquisa do significado de bandeiras naúticas para comunicação, entre embarcações de pequeno porte, cheguei até a bandeira "Preciso comunicar algo"que foi utilizada como inspiração e suporte dos desenhos bordados.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Série "Preciso Comunicar Algo"

Bandeira Bordada

90 x 70cm

2014/2016

Foto- Leonardo Ramadinha

 

Série "Preciso Comunicar Algo"

Bandeira Bordada

63 x 83cm

2014/2016


"Para o ser livre

Acessar o território do outro.

Desassorear os canais de comunicação.

Pensar na pessoa como território.

Canal / Abertura /Coração em trânsito.

Suspensão.

Pertencimento Territorial.

Questôes Político Poéticas."

Foto- Leonardo Ramadinha

 

Série "Preciso Comunicar Algo"

Bandeira Bordada

63 x 83cm

2014/2016

Coleção MAR

Museu de Arte do Rio



Foto- Leonardo Ramadinha

 

PROJETO DE ESCUTA ENCONTRO/ESCUTA/ENCRUZILHADA

2015

Escola de Arte Visuais do Parque Lage

Exposição coletiva Encruzilhada

 No terraço da Escola de Artes Visuais do Parque Lage instalei uma grande mesa com alimentos preparados por mim e oferecido inicialmente a pequenos grupos de pessoas que se propunham a participar. O trabalho se deu na ideia de alargar a comunicação,  potencializando a experiência do corpo-mente. Na busca pelo compartilhamento de subjetividades com proposições que iam em direção à quem se propusesse a construir comigo com campo criativo comum, se dá também no Projeto Encontro-Escuta no qual crio um ambiente com base na minha memória afetiva das experiências vividas em terreiros de Candomblé em minha infância.

Registros - Rafael Adorján

 
 
 
 
 
 

PROJETO DE ESCUTA 

QUAL É A SUA VERDADE?

2013

BIENAL DE CERVEIRA

PROJETO DE RESIDÊNCIA EM VILA NOVA DE CERVEIRA 

Ação pública, duração trinta dias.

Na tentativa de radicalizar a proximidade com quem se propusesse a participar crio o projeto  Qual é a sua Verdade? 

Construindo um ambiente  na Praça de um pequeno vilarejo em Portugal,  no qual recebo os passantes para trocas e conversas. Identifico como heterotópicos tanto os ambientes construídos por mim quanto os lugares que escolhi para a construção dos projetos. Lugares heterotópicos, segundo Focault, são espaços que permitem o desvio e que trazem em sua natureza a possibilidade de subversão de sua função inicial, podendo estes serem materiais ou imateriais. Penso que estes espaço são propícios para o compartilhamento das subjetividades, minha com o interlocutor, já que como espaços heterotopicos trazem em sí a possibilidade do desvio, o que acredito ser um grande estímulo ao processo criativo.

 
 

"Qual é a sua verdade?"

Espaço para Escuta e coleta de depoimentos foi ativado durante trinta dias, no decorrer da minha residência na Bienal de Cerveira.

Praça da Liberdade.

Cerveira - Portugal

2013

Registro- Elisa Castro

 

Filme "O MAR E A CRISE"

DURANTE A ESCUTA DOS DEPOIMENTOS DOS PASSANTES E VIAJANTES FORAM COLETADOS MAIS DE NOVENTA DEPOIMENTOS QUE DERAM ORIGEM AO FILME "O MAR E A CRISE".

NO FILME/REGISTRO DA MINHA RESIDÊNCIA NA BIENAL OS PARTICIPANTES DO TRABALHO RESPONDEM A PERGUNTA QUE DEU ORIGEM AO PROJETO: "QUAL É A SUA VERDADE?"

 

PROJETO DE ESCUTA EU QUERO VOCÊ

2012/2013

Ação pública com duração  de três meses.

Eu quero você  foi realizado no jardim do Museu da República, um lugar bucólico em meio à cidade, aberto para o público. Durante três meses me disponibilizei em um ambiente construído para a escuta, com duas poltronas e uma placa com os dias da semana e horários que estava disponível para receber os possíveis interlocutores.

Posteriormente todos os depoimentos se transformaram em desenhos bordados das imagens mentais criadas por mim durante a fala do participante.

A série de quarenta desenhos bordados leva o mesmo nome do projeto e foi exposta em uma individual na Galeria do Lago.

 
 

Série Eu Quero Você

Desenho Bordado

2013

Registro- Rafael Adorján

 
 
 

Série EU QUERO VOCÊ

Linho, fio de algodão e fio de ouro

2013

registro - Rafael Adorján

Elisa_Castro_-_Eu_quero_você_-_bordados_
 

Série EU QUERO VOCÊ

Desenho bordado

2013

Coleção Brenda Valansi

Registro- Rafael Adorján

 

PROJETO DE ESCUTA

QUAL O SEU MEDO?

2007 a 2012

Em "Qual o seu medo?" a pergunta surpreende o interlocutor em seu trajeto em meio à cidade, e oferece um número de telefone como possibilidade de dar continuidade a este contato. O número de telefone aciona a secretária eletrônica de um aparelho, nela deixo o meu medo gravado e peço a para que o interlocutor faça o mesmo.

Todos os medos escutados se transformaram em desenhos bordados. A partir da fiação do telefone extrai o fio de cobre que foi utilizado na produção da série Me Cobre.

O projeto Qual o seu medo? foi realizado nos espaços urbanos das ruas do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Porto Alegre, La Paz e Buenos Aires. Participou das seguintes exposições: Novas Aquisições – Coleção Gilberto Chateaubriand (Museu de Arte Moderna – MAM, Rio de Janeiro, 2012);  43o Salão de Arte de Piracicaba (Piracicaba, 2011); Experimentações (Galeria Progetti, Rio de Janeiro, 2010);Novíssimos 2010 (Galeria do Ibeu, Rio de Janeiro, 2010); IV Bienal SIART (Centro Cultural Brasil-Bolívia, LaPaz/Bolívia, 2009); 7a Bienal do Mercosul: Grito e Escuta (Porto Alegre, 2009); Linha Líquida (Galeria Martha Traba, Memorial da América Latina, São Paulo, 2009); Arquivos do Presente – Museu da Maré (Prêmio Pontos de Cultura, FUNARTE, Rio de Janeiro, 2009); Ateliê Vila S. Longuinhos (Museu Murillo La Greca, Recife, 2009); Abre-Alas 5 (Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro,2009).

 
 
 
 
 

Série Me Cobre

Fio de cobre e linho

2010

Coleção Paulo Tavares

 

Série Me Cobre

Fio de cobre e linho

2010

Coleção Gilberto Chateubriand

Registro - Rafael Adorján

 

Série Me Cobre

Fio de cobre e linho

2010

Coleção Gilberto Chateubriand

Registro - Rafael Adorján

 

Série Me Cobre

Fio de cobre e linho

2010

Coleção Gilberto Chateubriand

Registro - Rafael Adorján

 

Série Me Cobre

Fio de cobre e linho

2010

Coleção Gilberto Chateubriand

Registro - Rafael Adorján

 

Currículo

FORMAÇÃO

  • Mestre em  Processos   Artísticos Contemporâneos - Instituto de Artes, UERJ.

  • Graduação Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Instituto de Artes.

  • Escola de Artes Visuais do Parque Lage: “Pintura I e II” com João Magalhães, “Escultura” com João Carlos Goldberg, "Desenvolvimento de Projeto" com Franz Manata,

"Desenvolvimento de Projeto" Marcio Botner e Bob N.

  • Grupo de Estudos  Ivair Reinaldin.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

  • Não Ceder ao Medo (Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, Rio de Janeiro- 2018)

  • I (BE) U - Eu Sou Você (Galeria Ibeu, Rio de Janeiro - 2015)

  • Eu Quero Você (Galeria do Lago, Museu da República, Rio de Janeiro, 2012)

  • O Sol e a Dúvida (Galeria Progetti, Rio de Janeiro, 2011)

  • As Meninas (Galeria Candido Portinari, UERJ, Rio de Janeiro,2006)

EXPOSIÇÕES COLETIVAS

  • Faça você mesmo_Guia de Leitura (MESA, Rio de Janeiro, 2017)

  • Estados de Emergência (Centro Municipal de Arte Helio Oiticica, Rio de Janeiro, 2017)

  • Indisciplinas ( Casa França Brasil - Rio de Janeiro, 2017

  • Aquilo  que  nos Une  (Centro Cultural    da Caixa - Rio de Janeiro - 2016      e São Paulo -2017)

  • Projeto "Escuta  à  Deriva" - Rio  Amazonas  (Festival de Performance Corpus  Urbis,     2016- Macapá)

  • Eu/Você - Agenda  para   marcação   de   encontros   (Centro Cultural da Caixa, "Ficções", 2016)

  • Reminiscências  (Centro Cultural da Justiça Federal, Rio de Janeiro,2016)

  • Eu/Você - Agenda para marcação de encontros  (Galeria do Lago, Museu da República, 2015)

  • Contextos Contemporâneos / Programa "Obra em Contexto" curadoria Ricardo Resende (Museu Bispo do Rosário, Rio de Janeiro, 2015)

  • Encruzilhada  (Escola de Artes Visuais do Parque    Lage,      Rio de Janeiro, 2015)

  • Codorna Performa - Ações no Atelier ( Rio de Janeiro, 2015)

  • Primeiro  Estudo     para  o    amor.   (Galeria Luciana Caravello, Rio de Janeiro, 2014)

  • Como se não houvesse espera  (Centro Cultural da Justiça Federal, Rio de Janeiro,2014)

  • Novas  Aquisições – Coleção  Gilberto  Chateaubriand   (Museu  de  Arte  Moderna -  MAM,  Rio de Janeiro,  2012)

  • Não é banal: sobre o desenho e a vida  (Casa de Cultura, Universidade Estadual de Londrina, Paraná, 2012)

  • Vênus  Terra    (Galpão Galeria TAC – Rio de Janeiro, 2012)

  • 43o  Salão de  Arte  de  Piracicaba (São Paulo,  2011)

  • (RE)MIX  ELISA  (Plano B, Rio de Janeiro, 2011)

  • A  Gigant by Thine  Own  Nature  (Institut Valencià D`Art Modern, Valencia / Espanha, 2011)

  • Experimentações  (Galeria Progetti, Rio de Janeiro, 2010)

  • Arte Pará  2010 ( Pará,  2010)

  • Novíssimos 2010    (Galeria IBEU, Rio de Janeiro, 2009)

  • IV Bienal SIART  (Centro  Cultural      Brasil-Bolívia,   La Paz/Bolívia, 2009)

  • 7a Bienal do Mercosul: Grito e Escuta (Porto Alegre, 2009)

  • Linha Líquida   (Galeria Martha Traba, Memorial da América Latina, São Paulo, 2009)

  • Arquivos  do Presente-Museu da Maré (Prêmio Pontos de Cultura, FUNARTE, Rio de Janeiro, 2009)

  • Ateliê    Vila S. Longuinhos  (Museu Murillo La Greca, Recife, 2009)

  • Abre-Alas 5 (Galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro, 2009)

  • Morro das   Artes   ( Edital de Arte e  Patrimônio,  IPHAN,   Paço Imperial, Rio de Janeiro,  2008)

  • Toque    (Museu     Bispo   do Rosário, Rio de Janeiro, 2008)

  • NAU   ( Instituto de Arquitetos   do Brasil, Rio de Janeiro, 2008)

  • Coletivo Filé de Peixe (Museu de Arte Contemporânea de Niterói, Niterói, 2008)

  • Linhas Entrecruzadas ( Espaço CBF, Rio de Janeiro/Porto Alegre, 2008)

  •       O Estado das Coisas (Escola de Artes Visuais do Parque Lage,Rio de Janeiro, 2007)

  •   Associados (Espaço Orlândia, Rio de Janeiro, 2007)

  • Desde Rio (Galeria Belleza e Felicidad, Argentina, 2007)

  • Conexões Urbanas (Centro Cultural Calouste Gulbenkian, Rio de Janeiro,2005)

  • Meio Contemporâneo; Variações do mesmo Tempo (Castelinho do Flamengo, Rio de Janeiro, 2005)

  • Posição 2004 (Escola    de ArtesVisuais do Parque Lage, Rio de Janeiro, 2004)

  • Mulheres Artistas (Centro Cultural Calouste Gulbenkian, Rio de Janeiro, 2004)

  • Experimentações Pictóricas (Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro,2004)

  • Poéticas do Campo Visual (Centro Cultural de Artes UERJ, Rio de Janeiro,2003)

BIENAIS DE ARTE

  • 17  Bienal de Cerveira, (Forum Cultural, Vila Nova Cerveira,  Portugal, 2013)

  • IV Bienal Interancional da Bolívia - SIART, (Centro Cultural Brasil-Bolívia, La Paz/Bolívia, 2009)

  • 7a Bienal do Mercosul: Grito e Escuta (Porto Alegre, 2009)

PRÊMIOS

  • 2016 - Edital  Projeto Instituinte  -  Fundação Municipal de Educação -  Niterói.

  • 2012 - Menção  Honrosa  da     Mostra   LABE de Videoarte "Interpretações do Urbano: Situações e Poesia" (Seleção: Daniela Labra e Fabiana Gomes).

  • 2010 - Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural- Ministério da Cultura -Passagem aérea Brasil - Bolívia.

  • 2013- Residência Artística Programa de Residência Artística da 17 Bienal de Cerveira.

COLEÇÕES

  •  MAR - Museu de Arte do Rio.

  • Fundação Bienal de Cerveira, Portugal.

  • Fundação Bienal SIART,  Bolívia.

  • MAM RJ, Museu de Arte Moderna,  

Coleção Gilberto Chateubriand

OUTROS

  • Oficina de Bandeiras, Ella: Interlocuções Entre Artistas, Projeto de Extensão Universitária / UFRJ, Edital SIGPRO - (Instituto do Ator, Rio de Janeiro, 2018)


  • Seminário Metodologias Artísticas, realização do curso de Artes Visuais/Escultura da UFRJ em parceria com o curso de Artes da UFF, a Revista Desvio e o CMAHO. Rio de Janeiro, 2018.


  • Seminário de Arte Contemporânea Colégio PedroII, curadoria Raphael Fonseca - Colégio PedroII, Rio de Janeiro,  2018


  • II Seminário de Práticas em Arte e Educação: Para que arte e educação em tempos hostis?", UERJ, 2018.


  • Projeto "Qual o seu medo?" - Edital Instituinte - Fundação Municipal de Educação, Niterói,  2017.


  • Ateliê para Encontros e Escutas com  Fabio Tremonte - Trienal das Artes, Sesc Sorocaba, São Paulo, 2017.


  • Programa "Contatos com a Arte", Palestra e Workshop, Museu de Arte Moderna de São Paulo, 2016.


  • Publicação / Revista Concinnitas n. 24 - 2014. Publicação "Escuta à Deriva" em "Malditos". Instituto de Artes da UERJ. Programa de Pós-Graduação em Artes, R.J, 2014.


  • Publicação / Catálogo da 17 Bienal de Arte de Cerveira, Projeto "Qual é a sua verdade?", Portugal, 2013.


  • Workshop "Oficina de Perguntas" aberto ao público, 17 Bienal de Arte de Cerveira, Portugal, 2013.


  • Publicação / Catálogo do Museu da República do Rio de Janeiro, Publicação "Eu Quero Você" , 2015.

 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now